roupas delicadas

Como lavar as roupas delicadas sem estragar o tecido?

Lavar roupas delicadas envolve muito mais tecnologia do que se imaginou um dia. Com a correria do cotidiano, quanto mais automatizado for o processo, mais ajuda quem tem muitos afazeres para dar conta diariamente.

No entanto, para otimizar a lavagem, uma série de cuidados precisam ser levados em consideração, afinal, toda roupa possui instruções de como deve ser lavada e isso deve ser seguido, visto que os tecidos não têm as mesmas composições e necessitam de cuidados específicos.

Usar um lava roupa líquido ou em pó? Que tipo de amaciante é melhor? Pode colocar na máquina de lavar? Essas são perguntas comuns para quem se preocupa em não estragar as roupas.

Em muitos condomínios existem lavanderias compartilhadas, que vêm se popularizando em pontos como shoppings e supermercados. Elas são ótimas para quem vive em studios, mas nem tudo pode ser lavado nelas.

Para te ajudar, principalmente se a maior parte de suas roupas forem delicadas, selecionamos dicas de ouro para você manter suas peças intactas e sempre cheirosas.

Roupas delicadas – Função da máquina

Conhecer sua máquina de lavar roupas é fundamental antes de colocá-la para trabalhar. Quanto mais moderno o equipamento, mais funções ele terá para atender suas necessidades.

Há modelos nos quais é possível lavar, inclusive, tênis e mochilas, além de edredons e cobertores.

Para os tecidos delicados, há também lavagens específicas. Prefira sempre a água fria, menor tempo de molho e potência de centrífuga, para que não corra o risco de desfiar o tecido. Além disso, é importante deixar as peças viradas do avesso para lavar.

Opte por colocar as peças sensíveis em saquinhos próprios para lavagem, para que não se enrolem e fiquem esgarçadas. 

E por falar em roupas largas, não as pendure no varal. Deixe-as deitadas, para que o peso seja melhor distribuído e não danifique as peças.

Sabão líquido

Além de evitar manchas e penetrar melhor no tecido, tirando qualquer resquício de sujeira e perfumando a peça, a fácil diluição do sabão líquido preserva as roupas e mantém as cores vivas.

Além disso, trata-se de uma opção mais econômica, por ser mais concentrado, sem deixar vestígios de sabão e funcionando como um tira-manchas eficaz.

Sem manchas, geralmente deixadas pelo sabão em pó, não há necessidade de novas lavagens, poupando, consequentemente, a fibra do tecido.

Use a secadora com cautela

Fique atento se sua secadora possui programas específicos para alguns tecidos, como lã e jeans, pois muitos deles são sensíveis às temperaturas, podendo encolher consideravelmente. Caso não tenha esses programas, não use o equipamento.

Roupas de algodão podem ser submetidas à temperatura mais alta da secadora, que geralmente fica em mais ou menos 70º. Poliéster aguenta até 50º, enquanto seda e cetim no máximo 30º.

Roupas secas à sombra

A luz do sol pode manchar alguns tecidos. Esse é o caso da lã e cashmere, pois os pigmentos usados para tingir esses tecidos não resistem aos raios UV. Além disso, a fibra desses dois tipos também enfraquece se expostas ao calor e à luz extremos. Roupas pretas também podem desbotar, sobretudo se os tecidos forem mais grossos. Por via das dúvidas, prefira deixá-las secar à sombra.

Não misture cores

Esse aqui é um cuidado básico que até os marinheiros de primeira viagem, ou melhor, primeira lavagem, precisam saber. Mesclar cores na máquina pode fazer com que alguma, cujo pigmento ainda esteja saindo, acabe colorindo outras, principalmente se o tecido afetado tiver um alto poder de absorção e for mais delicado.

Quanto mais nova a peça for, maiores as chances disso acontecer. Por isso, separe as roupas novas em outra lavagem, assim, as chances de manchar alguma peça serão menores.

Gostou? Então acompanhe nosso blog e fique sempre por dentro de todas as noticias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *